11.12.06

Preocupações? Problemas? Clame pela compaixão de Deus!

Salmo 41
Você se compadece dos pobres? Se sente incomodado com o sofrimento deles? De acordo com os Salmos, meu irmão, devemos dedicar atenção especial a eles. Considere atentamente as palavras introdutórias do Salmo 41, que encerra a série de cânticos da primeira etapa do Livro. Davi diz: " Felizes são aqueles que ajudam os pobres, pois o Senhor Deus os ajudará quando estiverem em dificuldades!" Embora os pobres não sejam o tema principal da reflexão do salmista, há uma tríplice promessa de Deus aos que se compadecem dos menos afortunados: o Senhor protegerá suas vidas, dará imensa felicidade e os livrará das ameaças dos seus inimigos. E mais: quando estiverem doentes, Deus lhes dará saúde (vers. 3) .
Acho interessante a maneira escolhida por Davi para "tocar o coração de Deus", chamar a atenção aos seus problemas e apresentar suas angústias através do cântico. Ele está doente. Em oração reconhece os seus pecados. Clama por cura e compaixão do Altíssimo. Queixa-se das malvadezas dos inimigos. Sente tristeza por ser abandonado pelos seus amigos. Eis o desabafo e duas partes:
A pior parte da hitória:
Os inimigos:
- Falam mal de Davi.
- Conjecturam sobre sua morte.
- Torcem para que logo seja esquecido.
- Não são sinceros em suas visitas ao enfermo.
- Buscam más notícias para espalhar na cidade.
- Cochilam e especulam que o pior ainda está por vir.
Pergunta:
Já enfrentou situação semelhante na vida?? Como reagiu em meio à crise?
Os amigos:
Na verdade, o salmista refere-se apenas ao comportamento do seu melhor amigo: traição. Amizade e confiança não foram suficientes para preservar o relacionamento nos dias da adversidade.
Pergunta:
Já foi abandonado ou traído pelo seu melhor amigo (a) ? Como superou essa decepção?
A melhor parte da história
Como Davi enfrenta e vence mais essa crise em sua vida? Com oração e muita vontade de "dar a volta por cima". Ele pede novamente a Deus compaixão e cura da sua enfermidade. E, com palavras muito sinceras - no mínimo!!- , deseja dar aos "inimigos o que merecem!" (vers. 10) . O salmista crê que sua vitória repesenta:
- A aprovação de Deus para sua vida (vers. 11) .
- A garantia de desfrutar para sempre a presença do Senhor (12) .
Com esse imenso desejo de vitória e profunda confiança em Deus, o salmista encerra o Salmo 41 e a primeira parte do Livro com a seguinte declaração: "Louvado seja o Senhor, o Deus de Israel! Louvado seja, agora e sempre! Amém! Amém!
Uma sugestão:
Faça sempre essa declaração de júbilo sejam quais forem os problemas e crises a enfrentar na vida.
Desejo a você uma semana abençoada na presença do Senhor!!

Um comentário:

Lucy Luz disse...

Excelente o seu comentário! Dar a volta por cima, vencer é um desafio diário, mas com o Senhor em nós, ele realmente deixa de ser desafio para ser certeza. Por isso o louvamos antecipadamente. Que Deus continue a inspirá-lo Nilton!