19.12.06

O Salmo do Ano!! Parte A

Salmo 44: 1-8


Este é o Salmo do ano! Ao menos para mim...
Vou explicar! Completei 44 anos em novembro. A cada aniversário começo a leitura do cântico correspondente à minha nova idade. Faço isso há nove anos. Foi a maneira que encontrei para agradecer a Deus por mais um ano de vida e, ao menos, tentar memorizar os belos poemas do Saltério. Tem sido uma experiência rica e abençoada. Então, com a benção do Senhor e em parceira com você, desejo aprender mais algumas lições contidas nesse precioso salmo.
A cançâo começa exaltando a grande obra de Deus em favor do povo hebreu. A notável intervenção passou a ser contada e celebrada a cada geração. O salmista diz: "Nós ouvimos com nossos próprios ouvidos..." . O que fez o Senhor por eles, a ponto de gravar em sua memória tamanho sentimento de gratidão?
O Senhor os estabeleceu como nação - O salmista conta como Deus preparou o povo hebreu para se tornar uma rande nação. Tudo começa com a promessa feita a Abraão, prossegue durante a peregrinação dos patriarcas, cativeiro e libertação no Egito, guerras pelo controle do território prometido. O salmista diz" expulsaste os povos pagãos e puseste teu povo nas terras deles" (vers. 2a).
O Senhor os fez progredir - Deus concedeu a terra e os meios para que ser tornassem uma nação poderosa e temida. Anos e anos se passaram até que o povo errante e sem pátria surgisse no mapa do Oriente Médio sob a benção do Altíssimo. E o salmista reconhece: "tu fizeste prosperar os nossos antepassados" (vers 2b).
O Senhor lhes concedeu a vitória - Esse é o segrêdo da vitória dos israelitas. Parece estranho, não é? Eles peregrinaram no deserto, fugiram da escravidão no Egito, guerrearam pela Terra Prometida, mas reconheceram: "não foi com espadas que conquistaram a terra" . De acordo com o poema, eis os ingredientes da vitória: o poder de Deus, a força e a luz da presença do Altíssimo! O salmista diz mais: não confio no arco e na espada para vencer. É o Senhor quem concede a vitória.
Algumas aplicações devocionais:
a) Quando Deus constituiu a Israel como povo apresentou-lhe o projeto de nação (quem somos?) e os propósitos (o que fazer?) a desempenhar no mundo. Da mesma maneira, a nossa vida, que é dom de Deus também, deve encontrar nele o significado e os propósitos da existência.
b) A benção de Deus fez Israel prosperar. De igual modo, somente a benção de Deus vai nos conceder as verdadeiras vitórias em nossa vida.
c) Israel reconheceu e apresentou louvores a Deus pelas grandes vitórias alcançadas. Nós também, que recebemos tantos dons e talentos, devemos reputar ao Senhor todos os méritos das nossas conquistas.
A primeira parte do salmo se encerra assim: "...nós te somos gratos para sempre, Senhor!". Seja este o sentimento que nos envolva a recordar todas as bençãos que Deus nos tem proporcionado. Tomara que o Salmo 44 se torne o "salmo do ano" para você. Se não for pelo mesmo motivo que é para mim, que seja pelos ricos ensinamentos que traz a todas as pessoas.
Que sua semana prossiga em vitória na presença do Senhor!!

2 comentários:

Josué Ebenézer disse...

Prezado Nilton. Parabéns pelo aniversário, pelo blog e pelo comentário deste Salmo. Que Deus continue abençoando a sua vida. Abraços!

Conceição Freire disse...

Nilton,
Achei muito interessante, linda e inspiradora a ideia de cada idade ser marcada por um Salmo.
O povo de Israel, teve o privilégio de desfrutar do amor, da misericórdia da paciência da tolerância do Senhor criador e todo poderoso Deus,e nós muito mais privilegiados desfrutamos da Graça, abundante Graça do Pai, que por amor a nós, deu o Seu unigênito Filho, nos ortogando imensurável salvação. Sim Niltom, este salmo é maravilhoso. e a maneira que você desenhou com certeza inspirado pelo Espírito Santo, fica mais claro e salta aos nossos corações com muita gratidão.