2.1.07

O lamento imprudente do salmista!!

Salmo 44: 17-26


Você já conhece o tom de lamento que envolve o Salmo 44. O salmista faz uma síntese emocionada da ascensão e queda do Povo de Deus. A primeira parte, os oito primeiros versículos, apresenta a grandeza das vitórias conquistadas sob as bençãos do Altíssimo. Em seguida, surge uma longa lista de sofrimento e humilhações (vers. 9-16) . Como encerrar esse cântico? Qual o conteúdo da etapa final da canção? E, o mais importante: o que podemos aprender com a mensagem do salmista?
O poeta bíblico faz as seguintes considerações:
"Não esquecemos de ti..." 17a
"Não quebramos nossa aliança..." 17b
"Não fomos infiéis..." 18a
"Não desobedecemos aos mandamentos..." 18b
Não há reconhecimento de erros. Apenas uma dose elevada de auto-piedade. Parece ignorar os fatos históricos contidos nos livros das Crônicas e dos Reis de Israel. A narrativa bíblica é muito clara ao apresentar o comportamento volúvel e irresponsável dos hebreus. Assim, as derrotas e o sofrimento foram consequências naturais ao desatino da nação.
E a "choradeira" do salmista continua:
"Tu nos deixaste na mais profunda escuridão..." 19c
"Se tivéssemos deixado de adorar a Deus..." 20
"Por causa de ti estamos em perigo de morte..." 22a
"Somos tratados como ovelhas que vão para o matadouro..." 22b
"Estamos abatidos..." 25a
"Caídos no chão..." 25b
"Estamos vencidos..." 25c
"Jogados no pó..." 25d
Surge a pergunta: "Por que te escondes de nós? Por que te esqueces dos nossos sofrimentos e nossas aflições?". Um questionamento corajoso, mas imprudente e injusto. Uma avaliação sofrida e incompleta da realidade. Deus não se esconde do seu povo e também não está insensível ao seu sofrimento. Quem conhece a história bíblica sabe que o socorro divino nunca chega atrasado.
O cântico se encerra com uma súplica: "Levanta-te e vem nos ajudar". Quem conhece a Deus de verdade sabe que Ele age em nosso favor muito antes dos nossos pedidos e orações. Sabe por que? "Por causa do seu amor!", reconhece finalmente o salmista. Aliás, essa é a frase mais lúcida e inteligente dessa parte final do Salmo 44. Você concorda comigo?
Tenha uma bela semana na presença de Deus!!

2 comentários:

Lia disse...

Acho que não cai uma folha de árvore sem que Deus saiba por que.
Um abraço Lia.

Eduardo Cruz disse...

Amei seu blog, já adicionei aos meus favoritos. Deus te abençoe!!!